Fogo-de-artifício

No outro dia liguei para a Polícia. Nada de especial, só para alertar que uns miúdos andavam a perturbar a calmaria das ruas, e a assustar as pessoas com bombinhas e estalinhos.

Parece que é prática comum comprar montes de artigos de fogo de artifício para festejar a época. Qualquer supermercado oferece uma extensa variedade de produtos, mas apesar de ser necessário ter 18 anos para poder adquirir estes artigos, muitos miúdos brincam pelas ruas com material explosivo. Contudo, consta que os acidentes registados são mínimos. No ano passado, foram identificadas duas vítimas mortais em todo o país devido a material defeituoso. Em 2004, uma fábrica de fogo-de-artifício no sul da Jutlândia foi destruída, resultando num dos maiores acidentes dos últimos tempos.

O que é certo é que toda a cidade se ilumina na Passagem de Ano, e dizem ser um espectáculo que vale a pena. Portanto, vós que estais na Praça do Comércio com dificuldades móveis e respiratórias devido à afluência de gente, vinde até ao norte e comprai o seu próprio kit de efeitos luminosos. Parece bastante mais divertido que procurar estacionamento durante 2 horas e sofrer de esmagamento dos dedos dos pés.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s